Produtos Flora Paraíba






















Blog Flora Paraíba

Animais no jardim

Aumenta cada vez mais o número de adoção de animais de estimação entre a população e junto a essas estatísticas naturalmente o ressentimento das donas de casa com relação ao jardim. Confira as dicas do Blog FloraParaíba e saiba como conciliar Animais vs Jardim.


Sim, é possível manter um jardim bonito mesmo com a presença de animais. Se você pretente criar o ambiente antes mesmo da adoção reflita sobre o assunto ao elaborar o projeto paisagístico, claro que seria impossível evitar quaisquer tipo de incidente resultante da ação dos animais, pois tenha em mente que o jardim será um habitat natural e como tudo tem um preço adapte-o em função das necessidades do animal, caso contrário, os estragos serão inevitáveis.


Prefira cães de pequeno porte ou gatos pois eles não costumam trazer muitos inconvenientes, outro fator
relevante é o tamanho e a força desses animais, pois alguns estarão mais aptos a cavar buracos no gramado ou comer suas plantinhas. Uma idéia super-interessante e também muito utilizado por paisagistas é criar recantos áridos, com pedras e espécies com folhas ou partes pontiagudas, como cactos, agaves e suculentas.

 
Alguns cães como exemplo de raça terrier, labrador, rottweiler e golderi retriever, normalmente, são os mais agitados e travessos, mas devemos levar em consideração a educação do dono ou fazer o adestramento do animal caso você não tenha tempo disponível para ensinar os bons costumes.

 
Existem dicas interessantes para você mesmo ensinar o animal a não destruir o jardim, por exemplo, para o animal entender os comandos básicos uma boa dica é repreendê-lo no mesmo tempo em que estiver cometendo o erro, pois se deixar para depois ele não vai entender o motivo da bronca. Outra é que para cada atividade utilize sempre o mesmo comando com as mesmas palavras, sendo curtas, objetivas, na mesma tonalidade e com gestos. A intenção é se comunicar com o animal, passar a mensagem, com a quantidade máxima de formas de interpretação isto se tornará mais viável.


Evite o cultivo de plantas bulbosas e rizomatosas - como as helicônias (Heliconiaccae sp), alpínias (Alpinia spp), amarílis (Hippeastrum hybridum), lírio-do-vento (Zephyranthes candida) e madressilvas (Lonicera japonica), dentre outras - devem ficar longe dos animais. O cão cava até encontrar o bulbo ou rizoma, come e pode morrer. O pingo-de-ouro deve ficar sempre podado, pois seus frutos também são tóxicos. Pelo mesmo motivo, é proibido usar torta de mamona e farinha de osso na adubação.


Mantenha as flores mais delicadas em locais fora do alcance do animal e seja paciente pois naturalmente com o tempo, o animal tende a seguir os critérios estabelecidos e desta forma você conseguirá conciliar seu animal de estimação e um belo jardim. Boa Sorte!

 

promocao-especial

Novidades do Blog

Jardins com árvores frutíferas

Jardins com árvores frutíferas

Um jardim nem sempre é composto apenas p...

Acessórios para jardim

Acessórios para jardim

Quem nunca imaginou ter um lindo jardim ...

Bonecos para jardim

Bonecos para jardim

Os exclusivos bonecos decorativos de lat...

Animais no jardim

Animais no jardim

Aumenta cada vez mais o número de adoção...